Arquivo da categoria ‘UFC’

Anderson vs Sonnen UFC 117

Publicado: 8 de agosto de 2010 em UFC

Brasil x EUA

O bicho pegou pro lado brasileiro! Placar final de 3×2 para os gringos, com destaque para o Matt Hughes que colocou Ricardo Cachorrão pra dormir. E claro que temos que falar da grande luta do falastrão Chael Sonnen, que chegou bem perto de cumprir a sua profecia de humilhar Anderson Silva.

Junior Cigano

Podemos dizer que foi um passeio contra um adversário complicado, mas muito resistente. O gordinho Roy Nelson não conseguiu atingir o brasileiro peso-pesado e levou vários golpes, resistiu e a luta terminou apenas ao final dos três rounds. Faltou um poder de finalização maior do Junior Cigano. Ganhou o direito de lutar pelo cinturão, vai esperar o vencedor de Lesnar vs Velasquez.

Ricardo Cachorrão vs Matt Hughes

Dormiu e com orgulho. A luta começou bem movimentada e todos esperavam uma vantagem do brasileiro no chão, mas o que se viu foi exatamente o oposto. Cachorrão depois de levar um jab no queixo foi pra trás cambaleando e caiu. O experiente Hughes foi pra cima para se aproveitar do momento favorável e já caiu encaixado e ai foi só apertar e colocar o Big Dog pra dormir! Tirou uma soneca em pleno octógono.

Rafael dos Anjos vs Clay Guida

O malucão do Guida é um show a parte, faz tudo que o script não manda. Mas levou a luta! Acertou alguns golpes no maxilar do Rafael e deixou o local machucado e dolorido, quando a luta foi para o chão ele apenas jogou seu ombro contra o local, não me perguntem se foi querendo ou não, pelo simples fato de que vindo do cabeludo pode se esperar tudo. No chão e sentido muita dor, o brasileiro foi obrigado a bater.

Alves vs Fitch

Que luta chata! Mas não se pode esperar mais do que isso do Fitch, sempre foi assim e sempre será. Luta amarrada e feia, o gringo jogou Thiago de um lado para o outro, mal preparado e visivelmente debilitado por não ter batido o peso para a luta (Thiago Pitbull foi obrigado a dar 20% da sua bolsa $$$ para o americano, já que não atingiu o peso para a luta) foi presa fácil e perdeu nos pontos, como já era de se esperar.

Anderson Silva e o falastrão

Que luta, que luta meus amigos! Todos esperavam um verdadeiro passeio do campeão mais dominante do UFC, mas o que se viu foi o oposto. O brasileiro levou um verdadeiro passeio, foi jogado para baixo em cinco rounds, era incapaz de se defender. Era incapaz de acertar um golpe, mal conseguia ficar em pé. Mas no final só o jiu-jitsu salva! Foi assim que o campeão venceu uma luta que já estava perdida, com uma chave de braço fez o seu oponente bater, faltando apenas 20seg para terminar a luta. Acreditem!

Ainda tentaram desenhar uma polêmica sobre se Sonnen realmente tinha batido, no replay ficou claro que ele bateu, mas Chael tentou dar uma de João sem braço e dizer que não foi finalizado. Coisa feia para um lutador que fez o que o mundo acreditava ser impossível, chegar perto de vencer Anderson Silva.

Anderson depois da luta elogiou bastante Sonnen, mas deixou bem claro que estava contundido, tinha uma costela trincada. Isso explica o motivo pelo qual foi impossível de reconhece-lo dentro do ringue. Moral da historia: manteve o cinturão e ganhou a admiração daqueles que torciam contra e aprendeu a ser mais humilde, certo Anderson?

Agora o dilema do UFC, o que fazer? O vencedor iria enfrentar Vitor Belfort, mas ficou claro que Sonnen merece uma revanche, Dana White o dono da organização ainda não disse o que vai fazer, mas qualquer que seja a decisão vale a pena acompanhar os próximos eventos.

Lyoto Machida, confirmou através de seu twitter (@lyotomachidafw) que sua próxima
luta será contra o inglês Quinton “Rampage” Jackson, num duelo que promete ser
eletrizante pela categoria dos meio pesados do UFC.
Essa será a primeira luta após a queda a invencibilidade de Machida, esta que caiu
após a derrota para o também brasileiro Maurício “Shogun” Rua, luta essa que ocorreu
em 8 de Maio do presente ano, pelo UFC 113, disputado em Montreal, Canadá.
Mesmo com a data indefinida, acredita-se que a luta deverá ocorrer como Main Event
(evento principal) do card do UFC 123, que ainda encontra-se com também como o
local indefinido.
Aproveitando-se também de seu twitter (@rampage4real), o lutador americano de
32 anos, conhecido por seu estilo provocador, inicialmente não queria enfrentar o
brasileiro, por considerar que o seu estilo faria com que a luta não fosse das mais
empolgantes. Segue a declaração de Rampage.
“Eu quero uma luta realmente boa, um combate empolgante. Sem querer ofender o
Machida, que é um grande lutador e foi um grande campeão, mas seu estilo não faz uma
luta emocionante na maioria das vezes”.
Acredito na vitória do brasileiro, pois o lutador americano, antigo campeão dos meio
pesados não vem numa seqüência de boas lutas e parece mais estar preocupado com sua
carreira de ator, onde sua atuação por ser conferida no filme Esquadrão Classe A. Lyoto
provavelmente usou a derrota para Shogun, onde fugiu um pouco de seu estilo mais
precavido e deve vir com algo para surpreender o americano.
Entretanto, por se tratar de um esporte emocionante, a luta pode ser decidida para
qualquer dos lutadores em apenas um único golpe. Sem dúvida alguma, uma ótima
opção para dormir mais tarde!.

Paulo Souza

Primeiro Post

Publicado: 29 de julho de 2010 em UFC
Primeiro post merece algo interessante,  no momento do esporte temos varias coisas acontecendo. No futebol europeu o mercado esta quente, no Brasil a primeira e segunda divisão já estão pegando fogo. No vôlei o Brasil conquistou seu nono titulo, parece brincadeira mais não ‘e. Na formula 1 a polêmica entre Massa x Ferrari x Alonso. No basquete teremos o campeonato mundial, e a NBA em breve ira’ começar. No talvez menos popular mas não menos interessante temos o MMA que aqui vamos tratar como UFC já que ‘e o evento mais popular do esporte que mais cresce no mundo.
então resolvi começar de baixo para cima.
UFC/MMA

Esta chegando o dia! No próximo dia 07 de agosto teremos um evento que promete, UFC 117, ‘ no estado da California/EUA na Oracle Arena. O evento já esta sendo encarado como um Brasil X EUA, devido ao grande embate entre brasileiros e norte-americanos. Serão 10 lutas na noite, com destaque para o evento principal Anderson Silva (atual campeão) versus Chael Sonnen o desafiante falador.
Falando um pouco do main event ou evento principal da noite

Anderson Silva (The Spider ou O Aranha) poderia ser considerado o Pele do MMA devido as grandes lutas e estilo único, vem derrotando todos os oponentes de maneira impressionante. Apesar de algumas falhas na sua conduta profissional, como na luta em que venceu o também brasileiro e gente boa Damien Maia, ganhou antipatia de muitos torcedores (fans – termo utilizado pelos americanos) ja que priorizou o menosprezo ao adversário ao invés de uma boa luta.
Dessa vez o desafiante, Chael Sonnen, vem promovendo o desafio, falando bastante para um lutador que nunca foi nada de demais, inclusive muitos não entendem o motivo dele estar disputando o cinturão. Mas esta fazendo o papel dele, não sei se por medo ou tentando tirar o foco do Anderson.
A verdade ‘e que se cada um lutar o que sabe eu não teria a mínima duvida onde colocar o meu dinheiro para apostar. Ficaria do lado verde e amarelo sem pensar duas vezes.
Brasil na noite

Outra luta muito esperada na noite ‘e do também brasileiro Junior dos Santos, o Cigano, hoje o mais aclamado peso pesado do Brasil vem chamando a atenção pela forma como vem triturando os adversários. Pupilo de Rodrigo Minotauro, um dos lutadores mais respeitados no mundo do MMA,  vai enfrentar o gordinho Roy Nelson, que não vem para brincadeira e se bobear vai beijar a lona, entao todo cuidado ‘e pouco. Dessa vez fico ainda mais do lado brasileiro e aposto no Cigano novamente.
Ricardo Almeida enfrenta o veterano, Matt Hughes, e vem com gosto de sangue na boca já que na ultima luta, seu adversário venceu seu mestre Renzo Gracie no UFC 112. Motivação não falta para o brasuca. Luta dura mas mais uma vez, fico com o Brasil.
Rafael dos Santos enfrenta o casca grossa, Clay Guida, desprovido de muita técnica o americano compensa com sua vontade, não para um segundo durante toda a luta. Talvez ai a gente tenha uma luta 50/50. O brasileiro vem de três vitorias seguidas e o americano vem de duas derrotas e uma vitoria. O embate promete e não apostaria em um vencedor nesse embate.
Uma baixa

Thiago Alves que estava escalado para enfrentar John Fitch não vai mais participar do evento devido a uma hérnia de disco, com isso menos um brasileiro no ringue.